Dia das Crianças: atenção especial à logística pode fazer toda a diferença para a reputação das marcas no e-commerce

Dia das Crianças: atenção especial à logística pode fazer toda a diferença para a reputação das marcas no e-commerce

Ao ressaltar que o cuidado com a qualidade das entregas é fundamental, fundador da logtech Uello traz dicas para garantir a satisfação da criançada e fidelizar os pais

O impacto do Dia das Crianças promete ser bastante significativo para o varejo brasileiro este ano. Segundo dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a data celebrada no dia 12 de outubro deve movimentar cerca de R$ 7,43 bilhões em 2021, o que representa o melhor resultado obtido no período desde 2015.

Diante desse cenário, Fernando Sartori, fundador da Uello, logtech que usa tecnologia e rede colaborativa para oferecer serviços de frete urbano para grandes e médias empresas, ressalta que dar atenção especial à logística faz toda a diferença não só na hora de gerenciar o aumento no número de pedidos, mas também quando o assunto é manter uma boa reputação após a sazonalidade.

“Assim como acontece no Natal, por exemplo, a criançada aguarda ansiosamente pelos presentes que vão ganhar no Dia das Crianças. Por isso, não é difícil imaginar o quanto elas podem ficar desapontadas, quando brinquedos, roupas, calçados, eletrônicos e acessórios chegam danificados ou dias depois da data. Portanto, o cuidado com a qualidade das entregas é fundamental para que as marcas possam garantir total satisfação às crianças e obter sucesso na tarefa de fidelizar os pais”, afirma Sartori, lembrando que para não decepcionar, algumas precauções são necessárias. Entre elas estão:

1 – Atenção ao estoque – Com a chegada do Dia das Crianças, a média diária de pedidos costuma aumentar. Por isso, cheque se não há falta de algum produto no estoque e se a quantidade de itens disponível é suficiente para atender a uma demanda maior do que a verificada normalmente. “Elencar quais produtos mais vendem e investir na compra de uma quantidade extra de cada um deles é uma boa alternativa para evitar surpresas e não perder oportunidades de venda”, afirma Sartori.

2 – Mantenha tudo sempre à mão – Para afastar o risco de atrasos nas entregas é preciso garantir que o faturamento dos produtos, assim como as etapas de preparação para envio aconteçam com facilidade e rapidez. Para cumprir com essa tarefa, mantenha todos os itens do catálogo em locais de fácil localização e acesso. Além disso, certifique-se de que os preços e informações sobre cada um deles estejam sempre atualizados para evitar equívocos. “Outra dica é procurar, na medida do possível, pré-embalar alguns produtos para agilizar o processo de expedição”, complementa.

3 – Escolha o parceiro certo – Quando o assunto é logística, a escolha de empresas confiáveis torna-se absolutamente imprescindível. Por isso, procure optar por parceiros que, além de contarem com boa reputação no mercado, oferecem a estrutura necessária para acomodar e transportar os seus produtos com perfeição. Também é importante que, cada um deles, possua toda a tecnologia hoje disponível nos meios digitais para a localização de endereços e o rastreamento de mercadorias.

“Não são poucas as empresas que, depois de investir pesado em marketing, acabam tendo prejuízos ou prejudicando a sua imagem por causa de más escolhas no que diz respeito à logística. Por isso, nada melhor do que ter em mente o fato de que a entrega é uma das partes mais importantes da experiência de compra dos clientes. Logo, investir nessa etapa ainda é o melhor caminho para conquistar a confiança e o apreço dos consumidores”, finaliza Sartori.

Sobre a Uello
A startup é uma das 289 logtechs brasileiras que apresentam soluções para otimização da logística, processamento de pedidos, coleta, transporte e entregas, segundo estudo da Liga Insights. Durante o ano de 2020, a Uello recebeu premiações importantes, como “100 Startups to Watch” e “100 Open Startups”, e participou de acelerações das renomadas 500 Startups (EUA) e do Scale-Up, da Endeavor.

 
Publicidade