Startup de gestão logística aponta os principais desafios do operador e o poder da tecnologia como sua aliada

Conheça os quatro obstáculos enfrentados pelo setor para atender a demanda do novo consumidor e como investir em tecnologia pode contribuir para o sucesso

São Paulo, abril de 2021 – A Trackage, startup de otimização logística, colocou em evidência um assunto muito importante durante a webinar realizada em conjunto com a responsável pela distribuição de produtos dentro da DHL L’Oreal, Camila Pinheiro. No bate-papo, foram listadas as principais dificuldades encontradas atualmente pelos operadores de logística, ressaltando a importância da tecnologia como aliada para o desenvolvimento de bons resultados e soluções que vão de encontro às novas demandas do consumidor.

Abaixo, Victor Hugo Moreira, fundador e CEO da Trackage, destaca quatro dos principais desafios do setor, enquanto operador logísticos:

  1. Operação nervosa: a operação é considerada nervosa devido a grande concentração no dia a dia. Para que tudo funcione é necessário ter melhorias contínuas e inovação nas operações. Em decorrência desse alto volume, segundo o especialista é necessário “trocar o pneu com o carro em movimento, pois nada pode parar, a expedição acontece o tempo inteiro”, ressalta Victor. Tudo é muito veloz e isso nos leva ao segundo desafio.
  2. Informação: as informações chegam com alta velocidade, com isso, elas conseguem transformam operações que aconteciam de um jeito, funcionarem de outro totalmente diferente em questão de minutos. Estabelecer uma comunicação ágil e eficiente se faz altamente necessário, pois os processos manuais inviabilizam a operação e faz muitas vezes o gestor “perder o controle”, desta forma, as informações precisam de uma atualização contínua e arcaica o tempo todo. Portanto, a necessidade de implementar um sistema de gerenciamento de pátio se faz imprescindível. A informação que fica disponível on-line é assertiva e oferece um controle bem maior de tudo que está acontecendo no pátio.
  3. Errar não é permitido: no setor logístico erros não são aceitos, pois muitas vezes o cliente final aguarda pelo seu produto. Uma caixa errada pode causar o processo de devolver um caminhão inteiro. Isso não só gera prejuízos financeiros como também dano de imagem para a empresa. Logo, esses erros são inaceitáveis, “a plataforma Maestro foi e tem sido a solução para a L’Óreal conseguir colocar o caminhão correto na doca correta, isso nos leva a ter mais segurança de que tudo está acontecendo da forma correta”, afirma Victor.
  4. Imprevistos: sim, eles acontecem e são inerentes ao setor logístico, sendo assim, é importante aprender a lidar com os momentos inesperados, ainda que a plataforma de agendamento ajude e auxilie nos processos de rotina, na prática isso nem sempre acontece. Às vezes precisamos lidar com situações de engarrafamento nos grandes centros urbanos. Isso acarreta em atrasos, fornecedores que chegam ao centro de distribuição sem uma operação agendada, entre outras situações que fazem parte do dia a dia, porém mesmo com esses imprevistos o uso do gerenciamento de pátio nos ajuda a contornar muitos desses problemas.

O webinar ainda reforçou que o Trackage Maestro realiza a gestão de pátio com visão completa da operação em tempo real de maneira fácil e muito intuitiva. Além da gestão dos motoristas, gera relatórios importantes e oferece um painel de chegada e saída para que toda a operação tenha visibilidade das métricas de desempenho.

Sobre a Trackage

Mais de US﹩ 80 bilhões são perdidos anualmente no mundo devido a ineficiências logísticas. A Trackage provê soluções para empoderar o gestor logístico a visualizar sua operação em tempo real, detectar problemas e fazer mudanças que melhorem sua produtividade. Com tecnologia de ponta, a startup traz resultados rápidos na redução de custos e aumento de receita.

Informações à imprensa:
SEVEN PR
http://www.sevenpr.com.br
trackage@sevenpr.com.br

Publicidade