Marfrig estima transportar até 42% de sua produção sob trilhos até o final de 2021

Atualmente, 30% da produção já utiliza ferrovia economia como transporte, com economia média de 30% em comparação ao rodoviário

São Paulo, 08 de abril de 2021 – Sustentável, econômico e cada vez mais eficiente, o modal ferroviário é o transporte em que a Marfrig, líder global em produção de hambúrgueres e uma das maiores empresas de carne bovina do mundo, tem investido cada vez mais para escoar sua produção. Atualmente, 30% de tudo que a companhia produz no país é deslocado sob trilhos, e a expectativa é que chegue a 42% até o final deste ano. 

Segundo o diretor de logística da Marfrig, Luciano Alves, a companhia utiliza exclusivamente a malha Norte, entre Rondonópolis, no estado do Mato Grosso, e Santos, em São Paulo. “Para que nossa expectativa de expansão do uso dos trilhos se concretize, demos início ao processo de avaliação de escoamento da produção também pela malha Norte-Sul, que abrange o trecho entre o município de São Simão, em Goiás e o porto de Santos, em São Paulo”, destaca.  

Em termos de volume, a companhia já aumentou de 50 para 300 contêineres transportados pelo modal ferroviário e a expectativa é chegar a 500 ainda em 2021. O aumento foi resultado da implementação de um plano de ação da equipe de logística, que tornou mais eficiente o processo de carga e descarga e quase igualou o tempo gasto no transporte ferroviário e no rodoviário. “No início, a carga enviada sob trilhos demorava 18 dias para chegar ao destino, agora esse prazo caiu para 12 dias, o mesmo tempo gasto no rodoviário para o mesmo trajeto”, explica Alves, que ressalta a ferrovia um canal mais viável atualmente.

A economia nos custos com frete também chama a atenção, crescendo, proporcionalmente, ao aumento do volume que a Marfrig passou a transportar pela ferrovia e hoje chega a 30% a menos que antes. E fortalecendo ações de sustentabilidade de sua cadeia de produção, o aumento da utilização das estradas férreas do país também contribui para a redução da emissão de gases poluentes em 65%.

Eficiência revertida em números

Com planos de eficiência logística como esse, a Marfrig cresce como a segunda maior processadora de carne no Brasil, com capacidade de abate de 12,1 mil animais/dia, e uma das maiores exportadoras brasileiras. No último trimestre de 2020,  61% da receita de exportação da Marfrig América do Sul veio da exportação. Entre os principais destinos, estão China e Hong Kong, Europa, Oriente Médio e Estados Unidos.

SOBRE A MARFRIG 

A Marfrig é uma das companhias líderes em carne bovina e maior produtora de hambúrguer no mundo, com receita líquida de 67,5 bilhões de reais em 2020, capacidade diária de abate de mais de 31,8 mil bovinos em suas unidades da América do Sul e América do Norte, bem como uma capacidade de produção de 232 000 toneladas de hambúrgueres por ano. Emprega mais de 30.000 colaboradores, distribuídos em 32 unidades produtivas, processa e comercializa carne in natura, produtos processados, pratos prontos à base de carne bovina, produtos complementares e derivados de carne, além de couro para os mercados doméstico e internacional. Reconhecida pela qualidade de seus produtos e por sua atuação sustentável, a Marfrig mantém projetos pioneiros para a preservação do meio ambiente e dos recursos naturais.

Informações para a imprensa: 

NovaPR
imprensa.marfrig@novapr.com.br

11 99430-6830 / 11 97293-1306 / 11 93454-8765

Publicidade