Loggi inaugura megagalpão em São Paulo

 

Loggi inaugura megagalpão em São Paulo

Localizado em Cajamar – SP, o novo galpão tem 40 mil m² e terá capacidade operacional para processar 1 milhão de pacotes por dia

São Paulo, novembro – A Loggi, empresa que está transformando a logística brasileira por meio da tecnologia, anunciou hoje o seu novo cross docking – o maior da América Latina. Localizado em Cajamar – SP, o galpão conta com 40 mil m² e terá capacidade para processar 1 milhão de pacotes por dia. É no cross docking que a Loggi recebe e separa centenas de milhares de pacotes vindos do e-commerce e os distribui para todas as regiões do país.

O novo galpão já está ativo e operando para a Black Friday 2021, período em que a empresa projeta processar cerca de 500 mil pacotes por dia no novo galpão. No entanto, sua capacidade operacional deve ser ampliada ainda em outras duas fases, chegando ao seu potencial máximo, de 1 milhão de pacotes processados por dia, em 2023.

“Ao longo dos últimos anos, nós construímos uma malha logística robusta e rápida, que usa a tecnologia para entregar com excelência”, diz Grégoire Balasko, COO da Loggi. “Nosso novo sorter conta com diferenciais importantes, que permitem mais produtividade e flexibilidade com um menor custo de manutenção. É uma estrutura inédita na nossa história”, completa.

Em linha com o propósito de garantir a excelência em toda a sua malha, a empresa ampliou recentemente o seu cross docking do Rio de Janeiro. Com nova localização e 18000 m², o espaço está sendo preparado para receber o primeiro sorter da Loggi fora de São Paulo.

“O Rio de Janeiro é uma das maiores praças do comércio online brasileiro. E, para acompanhar a demanda da região e abrir cada vez mais novos mercados de alto potencial, o XD RJ ganhou um novo endereço, com muito mais espaço e oportunidades para o negócio”, finaliza Balasko.

Crescimento acelerado

Fundada em 2013, a Loggi criou uma complexa malha logística que atende desde entregas locais até entregas por todo o território nacional, com coleta de pequenos e grandes e-commerces, transferência às cidades de destino e entregas ao consumidor final.

Desde a sua fundação, a Loggi dobrava de volume ano após ano, mas em 2020 o crescimento foi ainda maior: +360% vs 2019, ano em que o mundo começou a enfrentar a pandemia da Covid-19 e as compras on-line ganharam força entre os consumidores.

Atualmente, a Loggi possui centenas de bases próprias pelo país, entre agências e cross-dockings. A empresa realiza cerca de 300 mil entregas por dia, em mais de três mil municípios. Até o final de 2022, o objetivo é abranger todas as cidades do país.

Loggi como plataforma para o mercado de e-commerce

O e-commerce cresceu significativamente em 2020, impulsionado também por conta da pandemia da Covid-19, consolidando-se como um serviço essencial para que brasileiros e brasileiras pudessem praticar o distanciamento social e para que muitos negócios continuassem operando.

Com uma malha logística bem estruturada e seus investimentos constantes em tecnologia e expansão regional, a empresa se tornou uma importante aliada para o segmento.

Para 2021, o objetivo é continuar conectando o Brasil. A Loggi viabiliza entregas de grandes negócios, de pequenos comerciantes e também de pessoas físicas de maneira simples e eficiente. Com o novo galpão, a empresa vai melhorar ainda mais seu nível e alcance de serviço.

Sobre a Loggi
Loggi é a empresa brasileira que está transformando a logística e a forma de fazer entregas no país por meio da tecnologia. Fundada em 2013 por Fabien Mendez e Arthur Debert, a empresa conecta qualquer pessoa ou empresa que precise enviar ou receber um pacote a uma malha logística nacional robusta e ágil. O aumento da demanda por entregas rápidas no mercado de e-commerce, aliado à conveniência de o cliente receber sua encomenda sem sair de casa, fez com que a Loggi ampliasse significativamente sua atuação no Brasil. A Loggi ocupa a quinta posição do ranking “Linkedin Top Startups 2020”; e figura entre as 10 startups mais inovadoras de acordo com a Forbes Brasil. A startup ocupa ainda o 22º lugar da lista de Melhores lugares para se trabalhar 2020, do Glassdoor, e tem certificação Great Place to Work (GPTW).

Informações para a imprensa
Cintia Ferraz

 

cintia.ferraz@loggi.com

 


 

Publicidade