Empresários discutem sobre a tendência sustentável no pós-covid

Empresários discutem sobre a tendência sustentável no pós-covid

Pesquisas mostram que corporações buscam cada vez mais um método sustentável de gestão

A pesquisa “Estratégias Empresariais para a Sustentabilidade no Brasil” realizada pela UniEthos com 250 companhias nacionais, de todos os tamanhos, descobriu que 69% das empresas brasileiras reconhecem que a inserção da sustentabilidade no planejamento estratégico é uma necessidade.

Por definição, a sustentabilidade empresarial é um conjunto de ações de uma empresa visando ao respeito ao meio ambiente e ao desenvolvimento sustentável da sociedade. Para que uma empresa seja considerada sustentável, ela deve adotar atitudes éticas e práticas que visem seu crescimento econômico sem agredir o meio ambiente.

Para o diretor comercial do Grupo Scapini, Lucas Scapini, os recursos de sustentabilidade da empresa também podem mudar ativamente a sua imagem perante os consumidores. “Com o aumento dos problemas ambientais nas últimas décadas, os consumidores estão cada vez mais conscientes da importância de proteger o meio ambiente e buscam cada vez mais produtos e serviços de empresas sustentáveis”, aponta.

De acordo com o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) de 2018, 98% das empresas buscam incorporar aspectos de sustentabilidade nas metas de desempenho dos funcionários e 2% das corporações não possuem aderência ao movimento.

“Ser sustentável não é apenas uma referência ao cuidado com o meio ambiente. É, sim, uma cultura organizacional que precisa ser adquirida por todas as companhias. Ser sustentável é ser recíproco com a sociedade e com a microeconomia que está em volta das empresas e com seus parceiros e fornecedores. É ter sustentabilidade financeira do negócio, é economia colaborativa. […] Esta é a importância do tema atualmente”, pontua o COO da GVM Solutions, Felipe Medeiros, sobre a necessidade de o termo fazer parte de uma cultura.

O pós-covid e as transportadoras sustentáveis
Durante a pandemia, existiram grandes dificuldades no enfrentamento ao vírus e um grande equilíbrio dos ecossistemas naturais com o isolamento social. Segundo dados do site Polen, 85% dos brasileiros desejam ver a proteção do meio ambiente como prioridade na retomada.

Não é diferente no transporte de cargas: uma grande movimentação das transportadoras por meios e produtos sustentáveis mostra uma preocupação dos colaboradores e dos gestores acerca desse assunto. “O Grupo Scapini atua fortemente nessa questão. Em nosso meio, uma estratégia é fundamental para esse elo: a logística reversa, responsável pela coleta e reciclagem dos produtos e de seus resíduos após o consumo do cliente final, sendo uma obrigação legal para as empresas e essencial para a redução da poluição e seus respectivos impactos na saúde humana e no meio ambiente”, indica Lucas.

“Aqui na Ouro Negro Transportes levamos a questão ambiental como cultural no nosso modelo de conduta. Contamos com algumas ações sustentáveis como o reaproveitamento de água da chuva, coleta seletiva, descarte correto de matérias, sensores fotocélula, entre outros”, conta a diretora da Ouro Negro Transportes, Priscila Zanette, sobre as principais medidas tomadas em sua empresa.

Na GVM Solutions, a mudança vem diretamente dos caminhões. “A GVM possui várias ações e projetos voltados à sustentabilidade. Operamos com frota própria 100% dentro das normas do PROCONVE P7 e do EURO 5, com diesel S10 e apoio dos sistemas EGR e SCR (Arla 32), cuja redução de enxofre é de até 98%”, relata Felipe.

A sustentabilidade é o futuro?
A Amazônia tem a maior quantidade de micro-organismos do mundo, e o modo como afetamos esse ambiente poderia desencadear um surto global, como ocorreu anteriormente no caso da leishmaniose. Outra pesquisa realizada pelo Fórum Econômico Mundial conta que 31% dos 12.012 surtos de doenças em todo mundo entre os anos de 1980 e 2013 estão ligados diretamente a ambientes que foram devastados.

Para Lucas, o termo vai além das corporações: faz parte do futuro. “Escolher ser sustentável influencia não somente a sua empresa, mas o seu modo de vida e a vida das gerações futuras. A consciência sobre o meio em que vivemos deve ser intrínseca aos valores da companhia para juntos construirmos novas pontes entre a vida profissional e a preservação do meio ambiente”, completa.

“Minha preocupação, que acredito que deveria ser de todos, é com o futuro do planeta. Que mundo que desejamos deixar para nossos filhos e netos? Dizem que o verdadeiro significado da vida é percebido quando entendemos que hoje devemos plantar uma árvore mesmo sabendo que nunca nos sentaremos à sombra dela”, reflete Felipe.

Publicidade