Dubai quer conectar o Brasil a hubs logísticos globais

 

Dubai quer conectar o Brasil a hubs logísticos globais

COMÉRCIO EXTERIOR
Dubai quer conectar o Brasil a hubs logísticos globais

São Paulo, Representantes do programa de estímulo ao comércio internacional World Logistics Passport (WLP), de Dubai, estão no Brasil para uma série de seminários. 

O objetivo dos eventos é ampliar a rede de parceiros integrantes da iniciativa, já presente em 27 hubs logísticos pelo mundo, e atrair novas empresas brasileiras importadoras e exportadoras de mercadorias, que possam vir a ser usuárias dos serviços da organização. 

O road show começa na nesta segunda (6) com um evento dirigido a parceiros como portos, aeroportos, companhias de aviação, operadores de terminais e operadores logísticos, realizado na sede da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, na capital paulista. O evento é organizado com o apoio da entidade, também parceira do programa. 

No dia seguinte (7), os encontros serão com clientes do Aeroporto de Viracopos, um dos parceiros do WLP no Brasil, entre empresas que utilizam o local para exportar e importar mercadorias. Na quarta (8) é a vez de apresentar as facilidades da iniciativa a clientes da DP World, que administra um dos maiores terminais do Porto de Santos. Na quinta (8), a WLP terá um encontro com a Associação Comercial de Santos, na cidade portuária paulista, com associados atuantes na venda externa de café. 

“Vamos discutir especificamente formas de ampliar a inserção do café brasileiro no Oriente Médio e na Ásia”, afirmou Ronaldo Souza, diretor do WLP para a região das Américas. “A filosofia do WLP é entender as barreiras enfrentadas por cada usuário e parceiro. A partir disso, estudamos formas de buscar, por exemplo, prioridade no processamento de carregamentos de forma a reduzir custos e tempos”, complementou.

O World Logistics Passport (WLP) é uma iniciativa público-privada encabeçada pelo governo de Dubai que reúne mais de 100 organizações, entre portos, aeroportos, administradores de terminais, companhias aéreas, operadores logísticos e até agências de fomento de negócios, investimentos e exportações, entre elas a InvestSP, parceira do programa. 

Além de facilidades logísticas, que vão de tarifas diferenciadas e priorização de empresas e carregamentos em processamentos alfandegários, a iniciativa conecta parceiros de negócios em diferentes pontos do mundo, sendo o elo logístico entre eles. 

O WLP também é um fórum de intercâmbio de boas práticas entre agentes de comércio exterior para fomento do comércio internacional.

###
Informações à imprensa sobre a Câmara Árabe e o WLP
Daniel Medeiros | danielmedeiros@a4eholofote.com.br | 11 992259634

 

 

Publicidade