Como a plataforma Nimbi Private assegurou a capilaridade das operações no setor energético

 

Como a plataforma Nimbi Private assegurou a capilaridade das operações no setor energético

A capilaridade das operações de compras garantiu muita eficiência para a Vibra Energia. Conheça o case e veja como o Nimbi Private possibilitou esses resultados

São Paulo, outubro de 2021 – Uma das premissas da Vibra Energia é acompanhar a agilidade e eficiência que o mundo demanda. Para alcançar isso, a empresa conta com 8.000 postos de serviços licenciados à bandeira Petrobrás e 176 unidades. Esses números a tornam a maior distribuidora de combustíveis do país, que oferece produtos sustentáveis e serviços personalizados no mercado de energia elétrica. Apenas por essa introdução, você já pode imaginar que os processos internos têm grande participação nesse sucesso. E, desde fevereiro, o Nimbi Private, está ajudando a companhia a tornar a área de suprimentos ainda mais produtiva por meio da capilaridade das operações.

Com a implementação do marketplace corporativo da Nimbi, muito do trabalho operacional foi reduzido. Mas não apenas isso: ao conceder autonomia na compra de indiretos para as unidades, o departamento de suprimentos central foi desafogado. Afinal, embora as aquisições corriqueiras, como papel e material de limpeza, sejam essenciais para o dia a dia da empresa, em nada acrescentam aos objetivos do negócio. Dessa forma, os compradores podem se dedicar às questões mais estratégicas, como as de matérias-primas e insumos de alto valor agregado.

Certo, mas e como a plataforma pode dar capilaridade às operações da Vibra Energia?

Entenda como o Nimbi Private assegurou a capilaridade das operações da Vibra Energia
Em uma empresa com tantas unidades, a gestão de compras não é um trabalho simples. Até porque uma infinidade de itens precisa ser negociado, trazendo, assim, uma grande gama de fornecedores e análises a serem feitas. Dessa forma, a centralização de todas as aquisições em uma única equipe tornaria o lead time maior, os processos mais complexos e muitas chances de economia poderiam passar em branco.

Procurando agilizar a compra de indiretos, a Vibra Energia apostou na capilaridade das operações. Ao implementar o marketplace Nimbi Private, em fevereiro deste ano, foi concedido acesso à plataforma para 51 usuários adquirirem materiais de escritório e laboratório em pedidos de até R$ 10 mil reais. Isso aumentou significativamente a agilidade das unidades, uma vez que os profissionais tinham em mãos produtos e fornecedores já aprovados pela matriz. E quem diz isso é o próprio cliente: “Gosto bastante de trabalhar com a Nimbi. Portal fácil de acessar, bons fornecedores e condições”, relata Talita Barcellos, compradora na Vibra.

Consequentemente, o tempo entre a requisição e a chegada do item é reduzido e a área de suprimentos central não precisa despender tempo e recursos para aquisição de indiretos. Mas apesar da capilaridade das operações, os catálogos e registros ficam todos em um único lugar, facilitando a análise dos relatórios e permitindo que os gestores estejam sempre por dentro das negociações.

De fevereiro a agosto de 2021, a empresa já realizou R$ 565.841,71 em pedidos via plataforma. Por conta da eficiência conquistada pela capilaridade das operações de compras, a VIBRA Energia tem planos de expandir a utilização do Nimbi Private. A ideia é que todos os itens de alta recorrência sejam negociados por meio dele. E isso já está sendo posto em prática: em breve, estarão disponíveis os serviços de TI e catálogos de ferramentas e instrumentos.

Sobre a Nimbi:
A companhia especializada em soluções de tecnologia para o mercado de supply chain management, possui sede no Brasil e operações por diversos países, dentre eles, Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile e México. Nos últimos 6 anos, a empresa já transacionou mais de 200 bilhões de reais em sua plataforma. A organização possui mais de 290 mil empresas cadastradas em seu marketplace. Além disso, Vale, Ambev, Leroy Merlin, Loggi, Faber Castell, Danone, Madeira Madeira, 99, CVC, dentre outras empresas, fazem parte do portfólio da companhia.

Publicidade