Workshop apresenta Soluções tendências de mercado e tecnologia em Aparecida de Goiânia

Cerca de 200 empresas nacionais participaram, nesta quinta-feira (13), do 3º  Workshop de Logística –  Soluções e Tendências – Especial Centro-Oeste 2019 promovido pelo Grupo Painel Logístico, em Aparecida de Goiânia. Na ocasião, foram abordados cases de sucesso utilizados pelo mercado, com o objetivo de estreitar o relacionamento entre clientes e fornecedores.

Empresas como: Fronius – Continental – Moviminas – Moura – JLW – Transmartinelli – E-Sol – Directa – Saur – Transsat – Ipog – All Park, patrocinaram o Evento e apresentarão soluções para o mercado.

O diretor executivo do Grupo Painel Logístico, Deivid Roberto, fez um balanço do evento. Segundo ele, foi a oportunidade para empresários da região Centro-Oeste e até do Sul trocarem experiências e destacou a potencialidade de Aparecida. “Nosso objetivo é alinhar conteúdo e trocar experiências. Empresas renomadas estiveram presentes e Aparecida hoje é referência não só pela localização, mas pelo crescimento, incentivos fiscais e geração de empregos. A cidade está em uma posição estratégica para desenvolvimento de negócios”, afirmou.

Presente no evento, o secretário de desenvolvimento econômico de Aparecida, Rodrigo Caldas, revelou que mais de 200 empresas já solicitaram áreas na cidade para se instalarem. “Hoje o município conta com cinco polos industriais, mais de 48 mil CNPJs ativos. A Casa do Empreendedor faz em média, mensalmente, 12 mil atendimentos ao Microempreendedor Individual e formalizamos cerca de 75 novos MEIs ao dia”, ressaltou durante a abertura do evento.
O vice-prefeito de Aparecida, Veter Martins, lembrou que a gestão municipal tem investido no desenvolvimento econômico com reflexo na geração de empregos. “Hoje Aparecida se destaca no cenário nacional como uma cidade empresarial e industrial. Eventos como esse reforçam essa importância  dessa política de investimento, que está fortalecendo a atividade econômica da nossa cidade”, disse Veter.

A China foi citada pelo secretário estadual de desenvolvimento econômico, Adriano Rocha Lima, para explanar a importância da logística. “O grande diferencial é a logística. Goiás está centralizado e temos uma cidade como Aparecida, que diferente de outras cidades tem espaço para crescimento. Nada melhor que uma cidade que gera emprego e tenha potencial logística como Aparecida de Goiânia”, enfatizou.

O presidente da Associação Comercial, Industrial e Empresarial da Região Leste de Aparecida de Goiânia (Acilarg), Maione Padeiro, lembrou que o tipo de encontro fortalece o protagonismo de Aparecida no cenário comercial e industrial. “Esse é o momento que reforçamos a força no nosso município na geração de emprego. Nossa cidade tem avançado significativamente por meio de parcerias que trazem benefícios para toda populaça”.

*Tecnologia e sustentabilidade* – Norteado pela novas tendências do mercado, o evento apresentou aos participantes uma bateria para carro de lítio, que segundo o diretor da empresa  JLW, João Carlos Wadmann, é 100% segura e gera ainda mais economia.  “Estamos tendo uma evolução de um produto chamado de bateria de chumbo ácido, atualmente as baterias de lítio são utilizadas em veículos elétricos como caminhões, triciclos e estamos trazendo essa tecnologia para o Brasil, para usar em nossos veículos também”, afirmou.

Ele ainda destacou o avanço do novo equipamento. “Somos a primeira empresa no Brasil a trazer essa tecnologia. “A diferença é que a de lítio é 100% segura, não tem ácido sulfúrico e é 100%  sustentável e com fator energético mais alto. No caso da empilhadeira que estamos expondo, ela equivale a seis baterias convencionais. Estamos em uma corrida para que os veículos se tornem elétricos também. A partir de 2025 os grandes centros só terão ônibus elétricos”, declarou João Carlos.

Outro ponto abordado foi a energia solar que encontra-se em ampla expansão no Brasil, principalmente no agronegócio. De acordo com o diretor comercial da E- Sol Energia, Dário Bezerra, essa é uma área que onera os custos das empresas devido os aumentos nas tarifas de energia elétrica, ocorrido inclusive devido à crise hídrica. “A energia solar vem como opção de investimento e solução. A redução chega a 90% no valor. Além disso, o preço da tecnologia de instalação dos sistemas de geração de energia fotovoltaica sofreu queda. É um fator financeiro decisivo e as pessoas estão preocupadas com o fator sustentabilidade. É uma tendência de mercado e o Brasil, apesar de estamos no início, é  um caminho sem volta”, explicou. Este ano, antes mesmo do final do primeiro semestre, já foram produzidos 32.963 kWp, número que corresponde a 86% do total gerado em todo o ano de 2018, que foi de 38.241 kWp, conforme dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

*Parcerias para geração de mão de obra qualificada* – O gerente de educação e tecnologia do Senai Goiás, Alessandro Caetano, destacou a importância do workshop para firmar parcerias com foco na geração de postos de trabalho. Segundo ele, a proposta é dar oportunidade à comunidade e empresas em inovação e tecnologia. “Buscamos parcerias para apresentar essas soluções tanto intelectual quanto tecnológico. Sabemos que precisamos de investimentos, mas não adianta se não tiver mão de obra. Hoje apresentamos opções”.

O encontro contou ainda com exposições de profissionais da Coca-Cola, Cargil, BRF Foods, Novo Mundo, Multivarejo GPA, Grupo Pão de Açúcar entre outros. O diretor executivo do Grupo Painel Logístico, Deivid Roberto, garantiu que o evento em Aparecida de Goiânia já faz parte do calendário de negócios.

PublicidadeError, group does not exist! Check your syntax! (ID: 4)