Artigos

O que é Logística Reversa e quais as vantagens para marca e o meio ambiente?

Os benefícios da Logística reversa para além da sustentabilidade

As empresas precisam ter mais responsabilidade quanto ao ciclo de vida dos produtos, adotando uma postura consciente sobre os resíduos produzidos dentro da cadeia de consumo. Em linhas gerais, as corporações devem adotar práticas para assumir o retorno de seus produtos descartados, viabilizando sua destinação apropriada ao fim de seu ciclo de vida útil.

É nesse contexto que entra a logística reversa, que apesar de associada principalmente ao conceito de sustentabilidade, apresenta benefícios importantes ao empreendimento e à marca, uma vez que cria uma identidade ecologicamente correta. Conheça mais sobre a logística reversa e como ela é fundamental nos dias de hoje.

O que é logística reversa

Segundo a Lei 12.305/10 a logística reversa é o “instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado por um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação final ambientalmente adequada”.

Esse processo divide a responsabilidade de adequação de resíduos com o consumidor e o estado, de forma a encontrar formas de destinação de lixos eletrônicos, por exemplo. Nesse contexto, todos têm a responsabilidade de participar da devolução, reciclagem e destinação ambiental apropriada de determinados produtos.

Leia também: Aplicativo de rastreabilidade para Logística Reversa no E-commerce

Vantagens diretas e indiretas à marca e ao consumidor

Além dos benefícios ao meio ambiente, a logística reversa oferece vantagens à marca e à relação dela com o consumidor. Veja quais são eles:

Criar uma imagem sólida

Nos dias atuais, os consumidores buscam soluções que agridam menos o ambiente. Adotando a logística reversa, há a possibilidade de criar uma imagem positiva junto a este nicho.

Explorar ações de marketing vinculadas à logística reversa

Enfatizar as práticas adotadas pela empresa quanto à destinação dos resíduos de seus produtos é uma ótima forma estreitar a relação com o cliente e reforçar o posicionamento da marca. A empresa pode criar ações de marketing para informar sobre suas práticas, a fim de conscientizar o consumidor e gerar uma publicidade positiva.

Melhorar o processo de produção

A logística reversa viabiliza a economia nos processos produtivos das companhias, já que os resíduos retornam à cadeia produtiva, o que diminui o consumo e os custos de matérias-primas. Esse processo de retorno de resíduos às empresas de origem evita que eles possam poluir ou contaminar o ambiente.

Gerar produtos mais eficientes

As empresas passam a adotar tecnologias mais limpas, que simplificam a reutilização e a criação de embalagens e produtos que podem ser reciclados com maior facilidade.

Criar consumidores mais conscientes

É possível educar os consumidores quanto a importância de práticas sustentáveis, bem como a escolha de produtos ecologicamente corretos, uma vez que ele também têm responsabilidade em estágios como a coleta seletiva, a separação e o descarte dos resíduos.

Confira todas os artigos de Osmar Vinci Filho para o Portal Painel Logístico

A implantação da logística reversa e o aumento da conscientização são determinantes para reduzir os impactos negativos ocasionados pelo descarte incorreto dos resíduos, o que melhora a qualidade de vida dos cidadãos urbanos e as atividades da marca como um todo. O operador logístico também pode ajudar na gestão, apresentando um papel fundamental na estratégia.

Previous post

ANPTrilhos recebe secretários de Estado e presidentes de operadoras no painel da NT EXPO

Next post

DC Logistics Brasil orienta sobre importantes mudanças no Comércio Exterior

  • Altamir Gf E Silva

    Olá, se me permitirem gostaria de jogar um pouco de conversa fora a este respeito, quem não aceitar as minhas idéias, peço a gentileza de desconsiderar. Ok? Então vai uma sugestão fácil e outra dificil:
    a) Fácil – Em todo este processo de logística reversa eu vejo uma grande oportunidade de contemplar mais os agentes mais importantes e que não são tão considerados pelo meio de industriais, que são o seu braço e pé direito, os catadores de papelão e reciclados. Creio que deve e vocês podem encontrar uma maneira de contempla-los em suas fórmulas, já que contam com os melhores estatísticos e marketeiros e com os sábios do movimento ecologista, muito importante com atitudes como estas, mas acho que dá pra contemplar mais pessoas neste teorema;
    b) Dificil – Quando vi o termo logística reversa, pensei que fosse este: Sabemos que a escala capitalista trabalha com o desenvolvimento,e isto inclui logística, do centro para o bairro. Ora, se estamos caminhando para a guerra, não seria óbvio tentar reverter esta logística para que o desenvolvimento fosse mais no sentido bairro para o centro? Sei, já temos centrinhos, cidades polo e tudo o mais… Ou então, que não houvesse distinção de preços em função de grandes volumes para uma sociedade melhor? Por que? Ora, para não termos mais que viver numa sociedade sinistra… Só para isto! Sim, nossos bens estão ficando mais fora do que dentro do país. Não é o mesmo?
    Parabéns pelo trabalho de vocês, pensar nisto, como disse muito bem a matéria, já vale a pena! Mas será que alguém pode pensar em isonomia constitucional de verdade?
    Sem onda, valeu mesmo! Todos nós podemos ser melhores!!

    • Oi, Altamir. Obrigado por compartilhar conosco sua opinião. Vamos encaminhar seu comentário para o autor deste artigo.

    • Segue a Resposta do autor Osmar Vinci: ” Altamir,
      Parabéns pelas suas observações, gostei muito.
      Na logística reversa, como você mencionou, com certeza temos uma grande oportunidade de fortalecermos mais o interior em relação aos grandes centros, criando assim oportunidades de trabalho local, evitando a grandes migrações que aumentam os custos públicos devido a super lotação e mais uma vez, como voce mencionou, garantindo a isonomia constitucional. Este é um ponto importante para os grandes operadores logísticos e o poder público refletirem e ajudarem no que puder. Um grande abraço.”

  • Mateus

    Gostaria de saber como está a situação atual da logística reversa em relação a área de construção civil, se vcs possuem algum livro ou site para indicar seria de grande ajuda, grato dese já.

Osmar Vinci Filho

Osmar Vinci Filho

Osmar Vinci Filho é Gerente Comercial desde 2000 nos serviços de Logística, Transporte, Armazenagem, Logística Promocional, Cross Docking e Comercio Exterior e Responsável em assegurar que a cadeia logística esteja integrada às necessidades dos clientes, através da criação e monitoramento de indicadores de performance.