Artigos

O desafio de atender o modelo de distribuição em multinível

Distribuição Logística: Os desafios para atender o setor cosmético

Presente nos principais segmentos da economia, o Grupo Quality vem se consolidando na prestação de serviços em logística para o segmento de cosméticos. Atualmente, o Grupo atende dois grandes players mundiais que atuam em todo o território nacional em duas operações: uma em Jundiaí/SP e outra em São Luiz/MA.

O setor de cosméticos, em sua grande maioria, atua comercial e mercadologicamente, em modelo multinível. O conceito refere-se à venda de produtos que é feita por consultoras para consumidores diretos, em vasta área e com grande dispersão geográfica.

Para o Chief Executive Officer (CEO) do grupo, Luciano Gimenez, atender este segmento requer atenção aos processos. “O desafio logístico para atender este segmento se soma ainda ao fato que as entregas dessas vendas representam grande fracionamento, visto que cada consumidor compra esses produtos em pouquíssimas quantidades, muitas vezes uma unidade de um único item, que tem que ser separado, conferido, embalado, identificado, transportado e entregue de forma individualizada”, completou.

Os erros, de acordo com Gimenez, podem prejudicar o processo como um todo. “Não podem ocorrer erros nesses processos, sob pena de devoluções, que oneram a logística na reentrega e comprometem a imagem da empresa perante seus consumidores e consultores de vendas”, ponderou.

Nesse cenário complexo, a aplicação de tecnologias nos processos logísticos se torna essencial para que os erros não ocorram em nenhuma atividade para plena satisfação de quem compra.
Essas tecnologias são normalmente representadas por sistemas WMS (Warehouse Management System), Coletores de dados para registro de movimentações por RF (Rádio Frequência), Finger Scan (Sistema de leitura de dados portátil), Picking by Voice (Sistema de orientação operacional por voz) e outras tecnologias disponíveis no mercado.

Gimenez esclarece ainda que as essas tecnologias podem e, recomendavelmente, devem ser aplicadas de forma complementar e colaborativa para máxima garantia desses processos. “A Quality Logística atua com alguns clientes do ramo cosmético aplicando esses recursos em seus processos, que permitem expressiva produtividade e excelentes níveis de serviços, assimilando o crescimento e necessidades de desenvolvimento técnico e operacional de forma permanente”, completou.

Previous post

Artigo: Crise hídrica e o colapso da logística brasileira

Next post

Queima de estoque SAUR: Empilhador e Distribuidor de Paletes em promoção

Painel Logístico

Painel Logístico