ArtigosGestãoTecnologia

Entenda a importância de uma plataforma ERP especializada

Sua empresa conta com um sistema de gestão adequado?Entenda a importância de uma plataforma ERP especializada

Por Lauro Freire*

As adaptações realizadas pelas empresas para satisfazer as exigências tecnológicas atuais em torno da criação, gerenciamento, análise e consumo dos produtos digitais, conhecidas como transformação digital já são uma realidade e tem papel estratégico nos negócios. Segundo a 27ª pesquisa anual Administração e Uso de TI nas Empresas, realizada pela FGV, para cada 1% investido em Tecnologia da Informação, em dois anos, o lucro das empresas de capital aberto aumenta em 7%.

Para participar ativamente da operação de seus clientes, as empresas de transporte perceberam que é preciso agregar e gerenciar soluções completas. Hoje, já é possível controlar todas as operações de uma companhia por meio de uma única interface, com softwares que atendem amplamente às necessidades operacionais, financeiras, fiscais, comerciais e administrativas. Entretanto, no momento em que o gestor decide implementar um sistema integrado de gestão – os ERPs, surge a dúvida: apostar em um software generalista ou em um especialista, com foco em um segmento?

Plataformas generalistas geram retrabalho

As plataformas ERPs generalistas são implementadas para auxiliar os gestores em tarefas operacionais de forma geral, como seu próprio nome já diz. Entretanto, apesar de organizar informações relacionadas ao setor financeiro, controle de estoque básico, controle fiscal, entre outros, muitas vezes esse tipo de sistema acaba não atendendo às atividades específicas do negócio. Isso, além de comprometer os resultados organizacionais, justamente por deixar áreas importantes descobertas, também pode gerar um custo extra com a contratação de outras soluções que atendam a parte que não foi integrada. Ou seja, uma empresa que optar por esse tipo de solução está sujeita a ter retrabalho na hora de cruzar dados e tomar decisões importantes, uma vez que as informações imprescindíveis para uma boa gestão serão armazenadas separadamente.

Softwares especializados garantem a melhor integração dos processos

Já as plataformas especializadas, que conforme a própria definição do termo são dedicadas a uma determinada área de conhecimento, permitem integrar por completo todas as informações relativas ao BackOffice e aquelas exclusivas da operação, consolidando um banco com todos os dados do negócio. Essas soluções segmentadas geram informações que garantem melhorias na comunicação, ganhos de escala na operação, automação dos processos fiscais e, consequentemente, mais lucro. Em outras palavras, trata de forma profunda as questões ligadas ao core business da empresa, reduzindo riscos e trazendo melhorias para os resultados da organização Além disso, o setor de transporte convive com constantes mudanças na legislação, particularidades fiscais dos diferentes estados brasileiros e a obrigatoriedade da emissão de documentos específicos para o desempenho da atividade. Por conta desse cenário, a escolha por um software especialista se torna mais vantajosa, pois permite que o sistema seja atualizado e acompanhe as exigências fiscais do setor com muito mais assertividade.

Por ser uma área que possui uma operação diferenciada e muitas especificidades, a decisão por um software especialista, ou generalista, pode significar diferenças importantes de tempo e receita.

*Lauro Freire é diretor e sócio fundador da BgmRodotec, empresa do segmento de software de gestão para empresas de transporte, lista três formas de otimizar a gestão corporativa e o atendimento aos clientes.

Previous post

DSV Logistics quer fatia de market share entre os líderes do mercado brasileiro

Next post

Impressoras 3D na logística: um sonho possível

Painel Logístico

Painel Logístico